Egresso de Sistemas de Informação se destaca no mercado de trabalho

O bacharel em Sistemas de Informação ou ainda, analista de sistemas é aquele que tem como finalidade realizar estudos de processos computacionais para encontrar o melhor e mais racional caminho para que a informação virtual possa ser processada.

Este profissional é responsável pela organização, implantação e manutenção de aplicativos e redes de computadores, contribuindo para uma melhor gestão empresarial no âmbito da Tecnologia da Informação.

Leonardo da Costa Santos apresenta-se em destaque como egresso do Curso de Bacharelado em Sistemas de Informação das FIP, atualmente especializando em Tecnologias para Aplicações Web, Programador Python – Empresa Radix, Professor Substituto – UEPB e Professor das FIP/SI.

Leonardo afirma que o curso de Sistemas de Informação mostrou um mundo que ainda não conhecia, focado do início ao fim em formar profissionais capacitados, ele foi de fundamental importância no meu processo de formação, construindo conceitos e apresentando assuntos que são usados até hoje.

O egresso enfatizou que desde o início da graduação tomou como foco a área de desenvolvimento, seja estudando assuntos que me interessavam fora do ambiente da faculdade, ou até mesmo participando de projetos de pesquisa ou de extensão que a própria instituição oferecia. Antes mesmo de concluir o bacharelado eu já estava trabalhando como programador, inicialmente como estagiário em empresas locais, e assim que concluí o bacharelado recebi o convite para trabalhar fora.

A falta de profissionais capacitados faz com que o processo de contratação se inverta, antes os profissionais procuravam as empresas, agora são as empresas que procuram os profissionais. Comigo não foi diferente, o que me fez sentir bastante entusiasmado para assumir o meu primeiro trabalho, e me sinto satisfeito até então.

O meu desejo sempre foi continuar "perto de casa", mais sabia que ao concluir o Bacharelado em Sistema de Informação teria de que me aventurar ao mundo, dado o pequeno e iniciante mercado de desenvolvimento de softwares da minha cidade natal.

Durante toda a graduação, trilhei um caminho voltado ao desenvolvimento de software, não deixando para trás o vislumbre de em algum dia poder passar os poucos conhecimentos que tenho a outros alunos no perfil de professor.

Como já esperado, ao concluir a graduação tive o enorme prazer de ir trabalhar na SODA Virtual em João Pessoa. Dizem que primeiro amor a gente nunca esquece, isso acontece também com o primeiro emprego. Lá aprendi bastante, e pude participar de muitos projetos o que me desafiavam a cada dia. E quando bateu a saudade de casa, não foi difícil convencer a equipe em me deixar trabalhar home office (de casa).

Nesse meio tempo, conheci Josir Gomes, um dos sócios do Curso Radix. Um cara simples com uma visão de futuro, que me convidou para trabalhar home office no desenvolvimento do software que gerencia o Curso Radix. Essa parceria com mais de dois anos, dura até hoje, e o que começou apenas com um sistema de gerenciamento, tornou-se um e-commerce, um portal, uma plataforma de EAD, e alguns outros projetos da Fundação Getúlio Vargas.

Na empresa Radix, eu trabalho como desenvolvedor Python/Django, e participo de quase todos os processos de desenvolvimento que vai desde a arquitetura, passando pela programação, onde este é o meu foco, não deixando de lado os testes e por fim o deploy, que é a disponibilização da aplicação para o usuário.

Para Leonardo, apesar de passar por várias disciplinas de programação, você precisa provar para qualquer empresa que irá te contratar que você sabe programar, a melhor forma de fazer isso é participando de projetos open source, compartilhando seus conhecimentos com a comunidade de desenvolvedores, ou até mesmo ajudando novos desenvolvedores. O importante é não ficar parado, mostre para a comunidade que você sabe e está capacitado para atuar no mercado, que rapidamente os convites irão surgir.


Oportunidades vão e vem, e em uma delas vi a possibilidade de ensinar na UEPB. Hoje sou professor substituto e ministro as disciplinas de Programação I, Algoritmos e Linguagem de Programação para Educação dos cursos de Bacharelado e Licenciatura em Ciência da Computação. Onde passo um pouco da experiência como programador para futuros profissionais.

Junto com a UEPB veio as FIP, como diz o ditado "o bom filho a casa retorna", retornei para a Instituição de Ensino Superior que foi responsável por minha formação profissional como professor das disciplinas de Estrutura de Dados, Gramática e Autômatos, do curso de Sistemas de Informação. É mais um sonho realizado!











Outras Informações

Localização

Rua: Horácio Nóbrega, S/N – Bairro Belo Horizonte – Patos/ PB – Telef. (83) 3421-7300.
Email: proaeg@fiponline.com.br

PROAEGFIP - Programa de Acompanhamento de Egressos - Brasil : © 2013 - Todos os direitos reservados